A Manga Rosa é a genética de cannabis mais famosa do Brasil

Compartilhar:

Uma das genéticas mais famosas do Brasil, a Manga Rosa é uma espécie de cannabis facilmente encontrada nos estados da região nordeste do país.

Catalogada no grupo de Brasileiras do Hemp Trumpho, pouco se sabe no entanto como essa planta surgiu por aqui.

A teoria mais aceita é de que ela tenha se desenvolvido de forma selvagem a partir de sementes trazidas pelos portugueses em 1500, ou mais tarde através da chegada dos africanos escravizados.

Algumas pessoas, inclusive, justificam que ela pode ter vindo diretamente da Boi Vermelho, um tipo de maconha muito popular na Angola.

Qual é a origem do nome Manga Rosa?

Essa planta é chamada por esse nome em referência a fruta manga rosa, amplamente consumida no Nordeste, local onde a maconha é cultivada.

O seu aroma e sabor também são ricos no terpeno mirceno, muito presente na fruta, o que acentua a associação.

Além disso, as flores costumam desenvolver pistilos de coloração rosada. Assim, não havia possibilidade de escolherem outro nome para essa plantinha.

Quais são as características de uma Manga Rosa?

Considerada do gênero sativa, essa é uma genética que pode crescer bastante, atingindo mais de 2 metros de altura quando cultivada a céu aberto.

Ela apresenta galhos finos e compridos, flores magras e poucos tricomas aparentes.

O seu nível de THC chega em média aos 16%, o que já foi considerado muito alto. O CBD no entanto, é quase inexistente, próximo de 0,01%.

A Manga Rosa tem cheiro adocicado e sabor frutado.

manga rosa maconha brasileira

É muito difícil plantar a Manga Rosa?

Por se tratar de uma strain que está completamente adaptada ao clima tropical do Brasil, a Manga Rosa é de muito fácil cultivo em ambientes outdoor, onde oferece seu maior índice de produção.

Muitos jardineiros no entanto reclamam que o cultivo indoor tende a ser mais complicado, já que ela não se adapta tão bem aos ciclos de 18 horas de luz, mais comumente utilizados em grows.

Outro ponto a considerar é que o seu crescimento é rápido, mas pode apresentar poucas ramificações, criando aquele aspecto de pinheirinho com uma grande flor exposta no topo.

Prensado ou soltinho da Bahia?

Existe uma confusão muito grande em locais fora do nordeste.

Isso por que o nome da planta está muito ligado a boa qualidade. Assim, existe a possibilidade de que alguém passe pra frente um prensadinho lavado, chamando de Manga Rosa.

Acontece que na região onde ela cresce, é comum o famoso “soltinho nordestino”, ou “soltinho da Bahia”, que por não receber o melhor dos tratamentos, pode ficar com aspecto ruim, semelhante ao prensado lavado.

Dessa forma tem que ficar de olho pra não cair no conto.

Jogue ou Decore

Abrir bate-papo
A equipe da Radio Hemp tá atenta! Se apresente e diga se é um ouvinte, cliente ou lojista que já vamos te atender!